:Juiz erra, mas Vasco derrota o Corinthians-PR

Juiz erra, mas Vasco derrota o Corinthians-PR - TV Na Rua CornelioDigital Juiz erra, mas Vasco derrota o Corinthians-PR - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Juiz erra, mas Vasco derrota o Corinthians-PR

Apesar de novo erro de arbitragem, Vasco bate Corinthians-PR e fica em vantagem

Auxiliar anula equivocadamente gol de Elton. Mas cobrança de falta de Léo Gago assegura triunfo cruzmaltino em Curitiba



Quatro dias depois de reclamar muito do juiz no clássico diante do Flamengo, o Vasco foi novamente vítima de uma falha de arbitragem nesta quarta-feira. Mas apesar de ter um gol mal anulado, a equipe carioca obteve uma importante vitória na luta pelo título inédito da Copa do Brasil. Em Curitiba, o time cruzmaltino derrotou o Corinthians-PR por 1 a 0 e está em vantagem na luta por uma vaga nas quartas de final da competição. Graças a um gol de Léo Gago, em cobrança de falta, o time carioca joga pelo empate no jogo de volta, na próxima quarta-feira, às 16h (de Brasília), em São Januário. O Corinthians-PR precisa vencer. Quem passar encara o ganhador do duelo entre Vitória e Goiás, adiado nesta quarta-feira por conta das fortes chuvas em Salvador.

O Vasco foi a campo no estádio Durival de Brito com três alterações em relação ao time que iniciou a semifinal da Taça Rio contra o Flamengo, no último domingo. Na defesa (Ramon no lugar de Márcio Careca), no meio-campo (Nilton na vaga de Souza) e no ataque (Dodô foi barrado para a entrada de Carlos Alberto). O capitão não iniciava uma partida desde 7 de março e teve bela atuação.

Carlos Alberto quase abre o placar

Mesmo fora de casa, o time visitante tomou a iniciativa. Mas o Corinthians-PR  conseguiu, inicialmente, bloquear as investidas vascaínas. E o começo da partida não ficou marcado por boas chances de gol. E sim por uma sucessão de faltas: 11 nos 13 primeiros minutos. Carlos Alberto foi o principal alvo das infrações.

As equipes só levaram real perigo à meta adversária a partir dos 16 minutos. Primeiro, o Vasco. Élton cruzou da esquerda e achou Carlos Alberto na área. O capitão cruzmaltino cabeceou e acertou o travessão. Na sequência do lance, o Corinthians-PR partiu no contra-ataque, e William, quase na pequena área,  cabeceou para fora, perdendo ótima chance e ganhando uma bronca do companheiro Rodrigo Crasso, que também estava na jogada.



O time paranaense  voltou a ameaçar aos 27. Bruno Batata cruzou da esquerda, a bola bateu em Léo Gago e sobrou para Cristiano. Frente a frente com o goleiro Fernando Prass, o atacante soltou uma bomba, mas acertou a rede pelo lado de fora, desperdiçando uma chance clara.

O Vasco respondeu aos 32, em lance de bola parada. Léo Gago cobrou falta da intermediária e obrigou o goleiro Colombo a se esforçar para espalmar para córner. Depois da cobrança do escanteio, Thiago Martinelli subiu mais que os marcadores e cabeceou. Renan, também de cabeça,  salvou em cima da linha, quando o arqueiro já estava batido.

Aos 40, o time carioca foi vítima de um erro de arbitragem. Léo Gago deu belo passe para Philippe Coutinho, que tocou de cabeça para Élton. O centroavante  encobriu o goleiro e colocou a bola na rede. Mas a auxiliar Neuza Inês Back marcou impedimento inexistente (confira no vídeo acima). O atacante reclamou e ainda levou cartão amarelo.

As duas equipes foram o intervalo com sentimentos diferentes. Os jogadores do Vasco lamentaram as chances perdidas. E os atletas do Corinthians-PR mostravam satisfação com a igualdade.

Belo chute de Léo Gago decide o jogo

No segundo tempo, o panorama não mudou: os visitantes continuaram com a iniciativa, e os donos da casa seguiram retrancados, em busca do contra-ataque. Aos 12, o Vasco por pouco não abriu o placar. Phillippe Coutinho passou para Ramon, que cruzou da esquerda. Livre na pequena área, Carlos Alberto cabeceou por cima do travessão.



Aos 17, um lance inusitado. Phillipe Coutinho foi lançado em impedimento. Mas o auxiliar Jossemar  Moutinho demorou a levantar a bandeira. Motivo: escorregou e levou um tombo na linha lateral (assista no vídeo ao lado).

Cinco minutos depois, o Vasco furou o bloqueio adversário com uma de suas principais armas. Em cobrança de falta, Léo Gago acertou um lindo chute, mandando a bola, de curva, no ângulo direito: 1 a 0.

A desvantagem fez o Corinthians-PR se soltar mais. Aos 22, Cristiano chutou torto no bico da pequena área. E por pouco, a equipe paranaense não marcou  da mesma forma que o adversário. Aos 29, Bruno Batata cobrou falta, e Fernando Prass salvou no canto direito. 

O Vasco quase ampliou o placar aos 32. Ramon cruzou no peito de Elton. O atacante girou em cima do zagueiro e acertou uma bomba de canhota. A bola passou rente à trave de Colombo

O Corinthians-PR seguiu tentando o empate. Mas de forma desorganizada. E foi a vez do time carioca se defender, garantindo a vantagem para o jogo no Rio de Janeiro. 

Ficha técnica: 

CORINTHIANS-PR 0 x 1 VASCO
Colombo, Élton, Leandro e Peixoto; Thiago Araújo (Simon), Renan, Cícero, Willian e Rodrigo Crasso (Andrezinho); Bruno Batata e Cristiano. Fernando Prass, Fágner, Thiago Martinelli, Titi e Ramon; Nilton, Rafael Carioca, Léo Gago e Philippe Coutinho; Carlos Alberto e Elton.
Técnico: Lio Evaristo. Técnico: Gaúcho
Gols: Léo Gago, aos 22 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Thiago Araújo, Renan, Cícero, Elton, William (COR), Elton, Titi, Nilton (VAS). Cartão vermelho: .
Estádio: Durival de Brito, Curitiba (PR). Data: 14/04/2010. Árbitro:Nielson Nogueira Dias (PE). Auxiliares: Jossemar José Diniz Moutinho (PE) e Neuza Inês Back (PE). Público: 1.249 pagantes. Renda: R$ 34.900,00

Visualizações 811
Fonte: Globo Esporte
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 15/04/2010 02h09min

| 1 | 2 | 3 | 4 | próxima > última >>

Página 1 de 2403 página(s)

1
2
3
4
5
6
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21

| 1 | 2 | 3 | 4 | próxima > última >>

Página 1 de 2403 página(s)