:Presidente do Timão minimiza brigas no clássico e tira culpa de organizadas

Presidente do Timão minimiza brigas no clássico e tira culpa de organizadas - TV Na Rua CornelioDigital Presidente do Timão minimiza brigas no clássico e tira culpa de organizadas - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Presidente do Timão minimiza brigas no clássico e tira culpa de organizadas

Roberto de Andrade diz não ter visto conflitos na arena do Palmeiras, destaca excessos da polícia e aponta a violência como um problema do Bra

O primeiro clássico entre Palmeiras e Corinthians na nova arena alviverde não deixou de registrar imagens de violência entre torcedores. Corintianos brigaram entre si nas arquibancadas, quebraram cadeiras e picharam um setor do estádio. Fora do local de jogo, palmeirenses entraram em confronto com a polícia. O presidente eleito do Timão, Roberto de Andrade, no entanto, minimizou os episódios. O dirigente alegou “não ter visto briga” e evitou colocar a culpa pelos conflitos nas torcidas organizadas.

- Eu não vi briga, porque na hora que cheguei não tinha briga nenhuma. Não dá para falar que só tinha torcida organizada porque muita gente vem com a camisa do Corinthians. É muito ruim falar que só tinha isso, só tinha aquilo. São torcedores, independente do canal. Na minha visão todo mundo é torcedor, inclusive eu, e não gosto de ser discriminado se sou da torcida A ou B. Todos vieram, se comportaram, não quebraram nada no estádio do Palmeiras. Todo mundo sabe que, quando juntamos mil pessoas andando nas ruas para entrar, existe a polícia que nem sempre é tão jeitosa para lidar com isso. É um problema que estamos vivendo no Brasil, não é só futebol – disse o dirigente eleito, ao “Redação SporTV”, apesar do registro de assentos danificados no estádio palmeirense.

O clássico chegou a enfrentar a chance de ocorrer com torcida única. O Corinthians ganhou o direito de levar cerca de 1500 torcedores. A diretoria do Timão bancou metade dos ingressos para torcidas organizadas. As entradas para corintianos custaram R$ 200, e o clube alvinegro arcou com R$ 100 desse valor. A carga, inicialmente prometida para o programa sócio-torcedor, acabou direcionado às facções.

Durante a confusão entre palmeirenses e a polícia antes do jogo, um torcedor alviverde chegou a pegar uma arma de um policial na rua Turiaçu, principal acesso ao estádio do Palmeiras. O artefato caiu no chão antes de ser recolhido.

Danilo anotou o gol da vitória por 1 a 0 aos 32 minutos do primeiro tempo. O Corinthians é o líder do Grupo 2, com seis pontos. O Palmeiras é o terceiro do grupo 3, com três, atrás da Portuguesa e do Botafogo-SP.

Presidente eleito Roberto de Andrade minimiza violência (Foto: Reprodução SporTV)

''

Visualizações 1078
Fonte: Globo Esporte
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 09/02/2015 12h29min

« anteriorpróximo »
Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014