:Levar a pr?pria bandeja at? o balc?o, depois de comer, n?o ? favor, ? educa??o

Levar a pr?pria bandeja at? o balc?o, depois de comer, n?o ? favor, ? educa??o - TV Na Rua CornelioDigital Levar a pr?pria bandeja at? o balc?o, depois de comer, n?o ? favor, ? educa??o - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Levar a pr?pria bandeja at? o balc?o, depois de comer, n?o ? favor, ? educa??o

Um assunto que sempre está em alta e gera muita polêmica é sobre depositar bandejas nos balcões de shoppings e locais com praça de alimentação. Para muitas pessoas, quando essa devolução é praticada, estão fazendo caridade.

Elas argumentam que existem funcionários contratados exatamente para recolher as bandejas e manter as mesas limpas, por isso não é sua obrigação descartar embalagens e resíduos de alimentos nos balcões espalhados nas praças de alimentação. Além disso, afirmam que, ao não descartá-los corretamente, estão ajudando os funcionários a manter o emprego, porque sem sujeira eles não seriam necessários.

Mas, afinal, quem está certo?

É claro que cada um tem a sua opinião, mas precisamos analisar um fator muito importante: a educação. As pessoas que optam por não levar suas bandejas costumam justificar seu comportamento de maneira muito prepotente e egoísta, ainda que não sejam capazes de perceber isso. Na maioria das vezes, parecem não enxergar que os funcionários não estão ali para servi-las, mas para manter a organização da praça de alimentação.

Acabam se recusando a fazer a sua parte, porque não acham justo ter esse trabalho, sendo que existem pessoas que deveriam, por obrigação, fazer isso.

Quando decidem levar as bandejas, acreditam que estão fazendo um favor e que isso é algo pelo qual os funcionários deveriam agradecer.

No entanto, esses funcionários possuem várias funções, como esvaziar a lixeira, recolher o lixo e limpar as mesas ou mesmo o chão. Além disso, também podem ajudar nas cozinhas de fast food, em momentos de pico, conforme explicado em matéria do G1.

Depositar os próprios resíduos num balcão é menos sobre a função dos funcionários da praça e muito mais sobre o próprio senso de educação e empatia. Os balcões e lixeiras estão espalhados por todos os cantos da praça, não dá trabalho nenhum e não atrapalha a rotina de ninguém depositar neles o próprio lixo.

Além disso, facilita para os funcionários que, muitas vezes, estão envolvidos em outras tarefas e demoram mais para liberar a mesa para outras pessoas usarem.

Levar a própria bandeja até o balcão, depois de comer, não é favor, porque, sim, existem pessoas que podem fazer esse trabalho, mas é manifestação de boa educação, porque, ao fazê-lo, você demonstra que aprendeu valores como empatia, respeito e consideração, e que sabe que alguns segundos do seu tempo podem ajudar a poupar muitos minutos do tempo de outra pessoa que já está muito ocupada.

Esse gesto vai muito além de não querer fazer o trabalho alheio, mas conservar ensinamentos que aprendeu em casa e fazer a sua parte.

Pense nisso e perceba como uma atitude como essa pode ajudar a construir uma sociedade mais bem educada e preocupada com o próximo. Empatia e educação nunca prejudicam ninguém.

Visualizações 78
Fonte: Bonde
Por: Reda??o
Data: 05/02/2020 15h11min

« anteriorpróximo »

« anterior [1]  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89 próximo »




Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014