:Quem é o 'cabeça' por trás de adversário do Corinthians que moldou Bahia e 'seduziu' Grupo City

Quem é o 'cabeça' por trás de adversário do Corinthians que moldou Bahia e 'seduziu' Grupo City - TV Na Rua CornelioDigital Quem é o 'cabeça' por trás de adversário do Corinthians que moldou Bahia e 'seduziu' Grupo City - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Quem é o 'cabeça' por trás de adversário do Corinthians que moldou Bahia e 'seduziu' Grupo City

Nesta quarta-feira (27), o Corinthians enfrentou o Londrina em amistoso no interior do Paraná.

Rebaixado em penúltimo lugar na última Série B, o "Tubarão" viveu momentos de muita incerteza quanto ao seu futuro. No entanto, uma verdadeira "revolução" aconteceu nos bastidores da equipe paranaense nos últimos meses, animando os torcedores que sonham em ver o time retornar a dias melhores.

Em 20 de dezembro do ano passado, o Conselho de Representantes do Londrina aprovou a transformação da equipe em SAF e negociou o comando do futebol da agremiação com a empresa Squadra.

Essa companhia é comandada por Guilherme Bellintani, empresário que é conhecido por ter tirado o Bahia do "buraco" e reerguido o clube, acertando também a venda da SAF do Tricolor para o prestigioso City Football Group.

Bellintani foi presidente do time de Salvador entre 2018 e 2023, tendo sido reeleito em dezembro de 2020 com incríveis 86% dos votos.

Sua gestão da equipe, principalmente no aspecto financeiro, foi extremamente elogiada por todo o Brasil, rendendo aa Guilherme inclusive uma cadeira no Plenário da APFUT (Autoridade Pública de Governança do Futebol), comitê do Governo Federal que fiscaliza e regula o Profut, programa que ajuda times a sanarem dívidas.

Esportivamente, o Bahia ainda ganhou a Copa do Nordeste de 2021 e quatro títulos do Campeonato Baiano (2018, 2019, 2020 e 2023) sob a gestão Bellintani.

O ex-presidente do Tricolor de Aço também se destacou por conseguir "laçar" o City Football Group no início da "era das SAFs" no Brasil.

Foi Bellintani que, após meses e meses de negociações, convenceu o grupo dos Emirados Árabes Unidos a apostar no clube de Salvador, que teve sua SAF comprada a passou a fazer parte da gigantesca rede capitaneada pelo Manchester City, da Inglaterra.

Em 4 de maio do ano passado, quando o processo foi concluído, Bellintani concedeu entrevista coletiva lado a lado com Ferrán Soriano, CEO do Grupo City.

Outro elogio feito a Guilherme nas negociações é que ele "seduziu" o City Football Group a posicionar o Bahia como 2ª principal equipe do conglomerado na hierarquia, como confirmou o próprio Soriano.

"(O Bahia) É excepcional pelo tamanho, pelo tamanho da torcida. O Bahia vai ser o 2º clube maior do grupo. E também pela sua função social. A gente entende muito bem que o Bahia faz parte do tecido social de Salvador e da Bahia. Entendemos a responsabilidade que o clube tem, que as pessoas que vão gerenciar o clube nos próximos anos, as pessoas que serão os guardiões da história", explicou.

Agora no Londrina, o empresário soteropolitano terá que trabalhar bastante para resgatar o "Tubarão".

O clube vem de um ano bem complicado, com péssima campanha na Série B de 2023 e rebaixamento para a 3ª divisão nacional.

Financeiramente, o time do Paraná ainda "herdou" milhões em dívidas trabalhistas da SM Sports, antiga gestora do futebol do time, que agora terão que ser pagas pela Squadra e pela SAF.

O primeiro desafio do Londrina em campo sob a nova gestão foi o Paranaense de 2024. O time ficou em 8º lugar na primeira fase e se classificou para os mata-matas, mas caiu nas quartas para o Athletico-PR.

Nesta quarta, o "Tubarão" vai se testar contra o poderoso Corinthians para tentar arrumar a casa antes do início da Série C, que começa em 20 de abril, contra o Confiança, no Paraná.

Visualizações 32
Fonte: ESPN
Por: Redação
Data: 28/03/2024 11h10min

Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
[email protected]
[email protected]
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2006 - 2023