:Dana revela que Julianna Peña terá que passar por cirurgia plástica

Dana revela que Julianna Peña terá que passar por cirurgia plástica - TV Na Rua CornelioDigital Dana revela que Julianna Peña terá que passar por cirurgia plástica - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Dana revela que Julianna Peña terá que passar por cirurgia plástica

Dana revela que Julianna Peña terá que passar por cirurgia plástica

Presidente do UFC diz que ex-campeã, que foi direto para o hospital após o evento, perdeu uma boa parte da sua testa durante a luta contra Amanda Nunes no UFC 277

Na coletiva de imprensa após o UFC 277, Dana White revelou que Julianna Peña terá de ser atendida por um cirurgião plástico, por ter perdido "um grande pedaço da testa" na luta contra Amanda Nunes. O presidente do UFC não quis antecipar qual seria o próximo passo da agora ex-campeã peso-galo.

- Julianna perdeu um grande pedaço da testa. Ela vai ver um cirurgião plástico agora e levará algum tempo para se curar. Ela ficou muito machucada esta noite. Foram cinco ou seis knockdowns nos dois primeiros rounds. Ela estava bastante ferida. Agora precisa tirar uma folga, relaxar, passar um tempo com a filha e então vamos ver o que acontece. Quanto a Amanda, ela é a campeã dupla, eu a adoro, é ótimo trabalhar com ela, e vou fazer o que ela quiser. Se ela quer colocar em jogo o cinturão peso-pena, é o que ela fará. Uma trilogia contra Valentina também não é uma má ideia. Não estou dizendo que ela acontecerá. Mas não é uma má-ideia.

Julianna Peña feriu profundamente a testa na luta contra Amanda Nunes no UFC 277 — Foto: Getty Images

Perguntado sobre o que achou da luta, e se não teria visto uma disputa muito mais acirrada do que mostraram os placares dos juízes laterais (50-45, 50-44 e 50-43), White disse que, do seu ponto de vista, a luta foi um "atropelo completo", apesar de, na sua opinião, Amanda Nunes ter parecido se segurar diante de uma rival claramente machucada. Para o dirigente, Amanda em nenhum momento partiu para decidir a luta.

- Achei que Amanda foi completamente dominante. Foram cinco ou seis knockdowns nos dois primeiros rounds. Há uma grande diferença entre tentativas de finalização e knockdowns. Eles nem são comparáveis. Julianna é duríssima e sua vontade de vencer é inigualável. Ela queria ganhar. Acho que, por mais dominante que Amanda tenha sido – e ela foi dominante esta noite – não vi uma luta equilibrada de forma alguma. Foi um atropelo completo. Acho que Amanda pode até ter se segurado um pouco ao lutar contra a rival que a venceu na última luta, e é meio idiota da minha parte dizer isso, porque ela dominou a luta inteira. Talvez ela tenha se preocupado com a parte física, mas quando lembramos como ela lutou contra Cyborg, indo para cima com tudo desde o começo, e vimos que Julianna estava machucada diversas vezes na sua frente e ela em nenhum momento partiu para decidir a luta.

Confira mais momentos da coletiva de Dana White:

Tetralogia Moreno x Figueiredo

- Essa luta poderia acontecer dez vezes. É uma daquelas oportunidades únicas. Eu odeio repetir lutas muitas vezes. Quando um cara venceu duas de três lutas contra o outro, eu não quero nunca mais ver uma nova luta entre eles. Mas essa luta é uma das raras vezes em que fazê-la novamente faz sentido. Quando Figueiredo subiu no octógono eu pensei: "Não foi legal. Deveríamos deixar Moreno curtir o seu momento ao invés de ter Figueiredo diante de si." Mas aconteceu, não foi um desastre, e não quisemos desrespeitar Moreno. O problema é que pareceu muito desrespeitoso.

Interrupção de Lewis x Pavlovich

- Achei que foi precipitada. Mas, para ser justo, Dan Miragliotta é um grande árbitro, e pela forma como Lewis caiu após ser golpeado, nove em cada dez pessoas desta sala parariam a luta naquele momento. Inclusive eu.

Posição de Alexandre Pantoja no peso-mosca

- Ele venceu de forma dominante, e poderia estar em uma disputa de cinturão sem nenhum problema. Hoje, ele não poderia estar em uma posição melhor na divisão. Ele está próximo de disputar o cinturão. Gosto da ideia de ele ser o lutador reserva da quadrilogia entre Deiveson e Moreno.

Maior de todos os tempos

- Eu ainda considero Jon Jones o maior lutador de todos os tempos, mas chegou a hora de falar sobre Kamaru Usman. Ele está a uma luta de igualar a marca de Anderson Silva, já ultrapassou Jon Jones e Georges St-Pierre. Se vencer Leon Edwards, ele iguala Anderson Silva.

Confira todos os resultados do evento:

CARD PRINCIPAL
Amanda Nunes venceu Julianna Peña por decisão unânime (50-45, 50-44 e 50-43)
Brandon Moreno venceu Kai Kara-France por nocaute técnico aos 4min33s do R3
Sergei Pavlovich venceu Derrick Lewis por nocaute técnico aos 55s do R1
Alexandre Pantoja venceu Alex Perez por finalização a 1m31s do R1
Magomed Ankalaev venceu Anthony Smith por nocaute técnico aos 3min09s do R2
CARD PRELIMINAR
Alex Morono venceu Matt Semelsberger por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27)
Drew Dober venceu Rafael Alves por nocaute técnico a 1min30s do R3
Hamdy Abdelwahab venceu Don "Tale Mayes por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Drakkar Klose venceu Rafa Garcia por decisão unânime (triplo 29-28)
Michael Morales venceu Adam Fugitt por nocaute técnico a 1min09s do R3
Joselyne Edwards venceu Ji Yeon Kim por decisão dividida (29-28, 28-29 e 30-27)
Nicolae Negumereanu venceu Ihor Potieria por nocaute técnico aos 3min33s do R2
Orion Cosce venceu Mike Mathetha por decisão unânime (triplo 29-28)

''

Visualizações 35
Fonte: UOL
Por: Redao
Data: 31/07/2022 22h27min

Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014