:Municípios da Amunop e Amunorpi integram consórcio para compra de vacinas

Municípios da Amunop e Amunorpi integram consórcio para compra de vacinas - TV Na Rua CornelioDigital Municípios da Amunop e Amunorpi integram consórcio para compra de vacinas - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Municípios da Amunop e Amunorpi integram consórcio para compra de vacinas

Municípios da Amunop e Amunorpi integram consórcio para compra de vacinas

Meta do consórcio é utilizar recursos federais e doações de fundos nacionais e internacionais como verbas adicionais aos caixas dos municípios

Cornélio Procópio – Criado pela Frente Nacional de Prefeitos, o consórcio para a compra de vacinas de combate ao Covid-19 tem vinte prefeitos que integram a Associação dos Municípios do Norte do Paraná (Amunop), e Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi). A informação foi confirmada pelo 1º Secretário da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB). De acordo com o parlamentar, as prefeituras aderiram à iniciativa para financiar a aquisição dos imunizantes. Romanelli destacou nesta quarta-feira, (dia 10), o empenho dos prefeitos e prefeitas da região no combate à pandemia e para superar a crise sanitária. Segundo o deputado, há três possibilidades para a compra dos imunizantes: recursos do governo federal; financiamento por organismos internacionais e doações de investidores privados brasileiros. “A estimativa é de que o consórcio seja efetivamente instalado até o dia 22 de março. Enquanto isso, as prefeituras que já formalizaram a adesão ao consórcio devem elaborar e encaminhar projeto de lei às câmaras municipais para aprovação dos vereadores. Todos têm papel essencial nesse momento de luta para vencer a Covid”, enfatiza. Ele acrescentou que a opção pela adesão ao consórcio é necessária – mas não obrigatória –, uma vez que o Plano Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde, ainda não demonstrou capacidade de suprir a demanda dos municípios.

Cornélio Procópio

O prefeito Amin José Hannouche (PSD), presidente da Amunop, formalizou recentemente o interesse na compra de 10 mil doses da vacina Sputnik V, fabricada pela Rússia, em documento onde especifica que o imunizante será utilizado exclusivamente para a proteção dos procopenses contra o Coronavirus, e não para fins comerciais. “Esta aquisição será importante para aumentar a imunização de um expressivo número de pessoas em nossa cidade, enquanto o governo federal envia as doses que estão sendo adquiridas. A situação em nossa cidade está muito grave e só a vacinação, resolve esta pandemia”, disse o prefeito. O deputado Romanelli lembra que a meta do consórcio é utilizar recursos federais e doações de fundos nacionais e internacionais como verbas adicionais aos caixas dos municípios para a compra das vacinas. “É uma forma que os prefeitos encontraram para auxiliar o governo federal a suprir a imunização em todo Brasil”, conclui. O prefeito de Carlópolis, Hiroshi Kubo, presidente da Amunorpi, confirmou que outros municípios deverão aderir ao consórcio nos próximos dias. As 20 cidades do Norte Novo e Pioneiro que aderiram ao consórcio são Andirá, Bandeirantes, Barra do Jacaré, Cambará, Carlópolis, Conselheiro Mairinck, Cornélio Procópio, Figueira, Guapirama, Ibaiti, Jacarezinho, Nova Santa Bárbara, Rancho Alegre, Ribeirão do Pinhal, Santa Mariana, Santana do Itararé, Santo Antônio da Platina, Sertaneja, Uraí e Wenceslau Braz. (Comunicação/Amunop)

''

Visualizações 470
Fonte: DECOM-CP
Por: Redao
Data: 11/03/2021 10h17min

Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014