:Polícia abre inquérito para investigar cantor Bruno e ouvirá Lisa Gomes

Polícia abre inquérito para investigar cantor Bruno e ouvirá Lisa Gomes - TV Na Rua CornelioDigital Polícia abre inquérito para investigar cantor Bruno e ouvirá Lisa Gomes - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Polícia abre inquérito para investigar cantor Bruno e ouvirá Lisa Gomes

Polícia abre inquérito para investigar cantor Bruno e ouvirá Lisa Gomes

Sertanejo é acusado de fazer pergunta transfóbica à repórter da RedeTV!

Mônica Bergamo

Receba no seu email as informações exclusivas da coluna Mônica Bergamo

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) abriu inquérito policial para investigar se o cantor Bruno, da dupla com Marrone, foi transfóbico com a repórter trans Lisa Gomes, da RedeTV!.

Em evento em maio, em São Paulo, o sertanejo questionou a jornalista: "Você tem pau?". Dias depois, após a grande repercussão do caso na mídia, ele se desculpou pelo episódio.

Em nota enviada à coluna, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) afirma que "a equipe da unidade está analisando a entrevista que foi concedida pelo cantor".

Segundo a polícia, Lisa Gomes será chamada para ser ouvida.

Como revelou a coluna, o Ministério Público de São Paulo (MP-SP) requisitou à Decradi a instauração do inquérito.

A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT) e o ativista Agripino Magalhães apresentaram uma representação ao órgão acusando Bruno de transfobia.

Imagens da dupla Bruno e Marrone

A entidade pedia a prisão do cantor ou a suspensão de suas atividades profissionais.

O sertanejo contratou o escritório do advogado criminalista Fernando José da Costa, ex-secretário da Justiça de São Paulo, para defendê-lo no caso.

"Foi horrível. Nunca me senti tão humilhada na minha vida e olha que já sofri muito preconceito. O que ele fez me pegou de uma maneira que eu nunca imaginei", disse Lisa após o ocorrido.

Em seu pedido de desculpas, o sertanejo classificou seu ato de "infantil e inconsequente". "Eu estou aqui para pedir desculpas para a Lisa Gomes pelo que perguntei para ela. Fui totalmente infantil, fui totalmente inconsequente e quero pedir desculpas. Acho que não tem como voltar no tempo e é pedir perdão", afirmou ele.

Visualizações 57
Fonte: Folha
Por: Reda��o
Data: 15/06/2023 17h46min

Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
[email protected]
[email protected]
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2006 - 2023