:Delator da Quadro Negro amplia revelações

Delator da Quadro Negro amplia revelações - Cornelio Digital.com - O Portal da Família


Delator da Quadro Negro amplia revelações

Em novo depoimento prestado à Justiça, o dono da construtora Valor, Eduardo Lopes de Souza, acrescentou revelações sobre o esquema de desvio de recursos da Educação, segundo reportagem que foi ao ar no telejornal na segunda edição do Paraná TV da RPC. Ele é o principal delator da Operação Quadro Negro – mas não o único, porque Maurício Fanini, ex-diretor da Educação, também já prestou colaboração premiada mas ainda espera homologação por parte do ministro Luiz Fux, relator do inquérito no STF.

Segundo Eduardo Souza, Beto Richa tinha conhecimento e aprovado os desvios, conforme lhe garantia Maurício Fanini, amigo pessoal do governador e arquiteto da fraudes. Parte dos recursos foi destinada à campanha de reeleição de Richa, mas os  recursos também teriam beneficiados os deputados Valdir Rossoni, Ademar Traiano, Plauto Miró Guimarães e Tiago Amaral.

Segundo Souza, tudo começou com obras de escolas no município de Bituruna em 2011. As obras foram concluídas e entregues, mas parte dos aditivos que a Valor recebeu teria sido direcionada ao deputado Valdir Rossoni por meio de seu assessor na Assembleia, Gerson Nunes. Ests obras abriram as portas para que a Valor ampliasse seus projetos no governo e, consequentemente, aumentasse a distribuição das propinas.

Foi por meio da empresa Valor que o ex-diretor da SEED, Maurício Fanini, atualmente preso em Brasília, operacionalizou o desvio de cerca de R$ 20 milhões destinados à construção e reforma de escolas e que foram parar no caixa de campanha de reeleição do ex-governador Beto Richa e nas mãos de outros políticos do grupo.

Todos os citados por Eduardo Lopes de Souza negam qualquer participação ou benefício no esquema.

Rossoni avisa que vai depor

O deputado federal Valdir Rossoni, ex-chefe da Casa Civil, diz estar farto de ver “divulgada a palavra de um criminoso como sendo única e verdadeira”, referindo-se à reprodução pela RPCTV do depoimento que o delator Eduardo Lopes de Souza, dono da construtora Valor e pivô da Operação Quadro Negro, prestou à Justiça. No interrogatório, Souza afirmou que pagou propina a Rossoni com aditivos que recebeu por obras que realizou em escolas de Bituruna, reduto do parlamentar.

Em postagem que publicou em sua página no Facebook, Rossoni avisa que será ouvido pela Justiça na quinta-feira (17), às 14 horas, e espera que o Ministério Público “autorize a imprensa, especialmente a Rede Globo, a transmitir ao vivo o meu depoimento”. E finalizou: “Quem não deve não teme, enfrenta!”.

Visualizações 141
Fonte: Celso Nascimento
Por: Redao
Data: 15/05/2018 11h57min

JG FreiosSampei Cozinha ChinesaNoemi LanchesProdutos AlcobaçaBrasilnet Hospital do Câncer de Londrina
CONTATO

contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893
TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014