:Bando faz reféns em mercado onde trabalha aluna hostilizada

Bando faz reféns em mercado onde trabalha aluna hostilizada - Cornelio Digital.com - O Portal da Família


Bando faz reféns em mercado onde trabalha aluna hostilizada

Bando faz reféns em mercado onde trabalha jovem hostilizada em faculdade

Funcionários foram ameaçados durante a tentaviva de assalto no ABC.
Caixa acha que notícias sobre Geysi chamaram atenção de bandidos.

Criminosos armados fizeram reféns funcionários do mercado onde trabalha a aluna da Uniban  hostilizada por colegas da faculdade por vestir roupa curta. 

Dois bandidos foram presos pela Polícia Militar no estabelecimento comercial, em Diadema, no ABC, após denúncia anônima na manhã desta terça-feira (3). O dono do mercado, Fidel Pereira, de 56 anos, chegou a prometer que manteria o emprego de Geysi Arruda, de 20 anos. Ela havia abandonado o trabalho após vídeos terem sido postados na internet com imagens dela e seu polêmico vestido.

O G1 não conseguiu localizar o proprietário do mercado para comentar o assunto nesta terça. Nada foi roubado e ninguém ficou ferido.  Por telefone, a funcionária Maria Aparecida, que é caixa do mercado, afirmou que a tentativa de assalto teria sido motivada por causa da visibilidade que o estabelecimento comercial ganhou na imprensa após a descoberta de que Geysi havia trabalhado no local.  

“Eu acho que o fato de terem publicado reportagens sobre o mercado, dizendo que a Geysi trabalhou aqui, chamou a atenção dos bandidos”, disse Maria Aparecida, que suspeita até mesmo de uma retaliação contra a estudante que teve sua imagem divulgada amplamente na internet. “Talvez seja alguém querendo ameaçá-la. Vai saber. Afinal de contas, acho que essa é a primeira vez que tentam roubar o mercado em 16 anos”.

A estudante de turismo trabalha há um ano e nove meses no mercadinho, que fica em frente à casa dela. Em entrevista na sexta-feira (30), Pereira disse que a estudante é funcionária exemplar e continua com o emprego garantido.

“A minha preocupação é que ela fique traumatizada com tudo isso. Mas ela volta quando quiser”, afirmou ele. "Não tenho nenhuma reclamação. Ela não dava problemas, trabalhava certinho”, afirmou.

O tenente da Polícia Militar Rodolfo Barsela afirmou nesta terça ao G1 que os criminosos não informaram como souberam da existência do mercado. “Acho que o local ficou famoso e despertou interesse”, afirmou o oficial.

Roupas curtas 

alt="Foto: Reprodução/TV Globo" width="270" height="169" />

Foto: Reprodução/TV Globo

Geysi Arruda foi humilhada por usar roupa curta na universidade (Foto: Reprodução/TV Globo)

Pereira havia dito na semana passada que Geysi sempre evitou roupas curtas e nunca se envolveu em incidentes com clientes no mercado. "Fora do horário de serviço ela sempre usa vestido curto e eu acho uma coisa normal. Mas para trabalhar ela vinha de calça comprida. Não só ela como ninguém vem. Tem que trabalhar abaixado, subir na escada para pegar mercadoria e aí não dá certo."

No mercadinho, a jovem fazia de tudo um pouco – trabalhava como caixa, recebia mercadorias e arrumava as prateleiras, cinco horas por dia, das 9h às 14h. A estudante recebe R$ 410 por mês. Segundo Pinheiro, a jovem começou no emprego quando tinha apenas 16 anos, e foi até o local pedir uma vaga.

A confusão na universidade ocorreu em razão de um vestido rosa considerado curto por colegas da Uniban, em São Bernardo do Campo, que a xingaram. A Polícia Militar foi chamada por amigos dela para conter o tumulto e permitir que a garota deixasse a faculdade. Muitas pessoas filmaram a cena e divulgaram as imagens no site de vídeos. A universidade pediu para que o conteúdo fosse retirado e disse que pretende aplicar medidas disciplinares aos causadores do tumulto.

Geysi promete voltar às aulas nesta terça (3).

Visualizações 984
Fonte: G1
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 03/11/2009 17h01min


    

JG FreiosSampei Cozinha ChinesaNoemi LanchesProdutos AlcobaçaBrasilnet Hospital do Câncer de Londrina
CONTATO

contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893
TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014