:Copa Sul-Americana: Botafogo é eliminado pelo Cerro Porteño no Engenho

Copa Sul-Americana: Botafogo é eliminado pelo Cerro Porteño no Engenho - Cornélio Digital - O Portal de Cornélio Procópio e Região
Copa Sul-Americana: Botafogo é eliminado pelo Cerro Porteño no Engenho

Nervoso, Botafogo perde para o Cerro Porteño e deixa a Copa Sul-Americana

Alvinegro esbarra em erros de finalização, na retranca paraguaia e sofre 3 a 1 dentro do Engenhão

Embora tenha criado as melhores oportunidades, o Botafogo pagou pelos seus erros de finalização e acabou eliminado da Copa Sul-Americana, depois de perder por 3 a 1 para o Cerro Porteño, nesta quarta-feira, no Engenhão, em jogo pelas quartas de final da competição. O Alvinegro, que havia perdido por 2 a 1 o jogo de ida no Paraguai, saiu em desvantagem no placar, empatou, mas, com Alessandro expulso aos 31 minutos do segundo tempo, não teve força suficiente para reagir.

A partir de agora, o Alvinegro dedica-se exclusivamente à luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, competição pela qual recebe o Coritiba, neste domingo, no Engenhão. Já o Cerro Porteño espera o vencedor do confronto entre Universidad de Chile e Fluminense, que acontece nesta quinta-feira, para saber quem enfrenta na semifinal. 

Nervosismo desde o início

A necessidade de vitória, mesmo que pelo placar mínimo, influenciou o comportamento do Botafogo. Desde o início, a equipe mostrou certo nervosismo no momento de escolher a melhor jogada a fazer. Os jogadores alvinegros se perdiam na forte marcação do Cerro Porteño, que se fechava na frente da sua área e era beneficiado pelo fato de o adversário pouco se arriscar nas laterais do campo.

Os alvinegros buscavam valorizar a posse de bola, esperando o momento certo para encontrar espaços no meio da defesa paraguaia. Por causa dos muitos passes improdutivos, a torcida logo perdeu a paciência, tornando o ambiente ainda mais tenso. A primeira oportunidade clara dos donos da casa aconteceu aos 17 minutos, quando Reinaldo recebeu na entrada da área e chutou. Barreto soltou a bola, mas se recuperou a tempo de evitar o gol.

Aos poucos, aumentava a quantidade de lances ríspidos. A arbitragem do uruguaio Roberto Silvera era condescendente com algumas entradas violentas, mas ao Cerro Porteño interessava a catimba, e o Botafogo entrou na provocação dos paraguaios. Quando focava na partida, conseguia chegar com perigo, principalmente pelos pés de Jônatas. Aos 29 minutos, ele acertou um belo lançamento para Reinaldo na direita, e o atacante cruzou na medida para André Lima, que cabeceou rente à trave direita de Barreto. 

Alexandre Cassiano/O Globo

André Lima lamenta oportunidade de gol desperdiçada no Engenhão

Nos minutos finais da primeira etapa, jogadores e torcida mostravam impaciência com a catimba e as faltas violentas do Cerro. O Botafogo se aproveitou de alguns momentos de desconcentração do adversário para chegar mais duas vezes com perigo. Depois de receber passe de Jônatas, Renato tocou na saída do goleiro, mas o zagueiro Herner tirou a bola que ia em direção ao gol. Pouco antes do intervalo, Lucio Flavio pegou a defesa paraguaia desprevenida ao cobrar falta rapidamente para Alessandro, que cruzou para Renato. O goleiro Barreto espalmou, e a bola tocou no travessão.

Substituição paraguaia muda o jogo 

O Botafogo voltou para o segundo tempo disposto a garantir de forma imediata a vantagem da qual necessitava. Logo aos 20 segundos, André Lima perdeu uma chance na cara do gol, mas o ímpeto não diminuiu. Renato, de cabeça, e Reinaldo, com um chute colocado, também estiveram perto de abrir o placar. A atuação empolgante contagiou a torcida e afetou o Cerro Porteño, que mostrou nervosismo e se encolheu.

Mas foi então que o técnico Pedro Troglio fez a substituição que modificaria radicalmente os rumos da partida. Num momento de desatenção da defesa do Botafogo, o Cerro Porteño avançou pelo lado direito. Irrazábal cruzou e Núñez, que acabara de entrar no lugar do inoperante Ramírez, apareceu livre e, de peixinho, cabeceou no canto esquerdo de Jefferson, fazendo 1 a 0, aos 11 minutos.

A reação de Estevam Soares foi imediata, substituindo Gabriel por Victor Simões. No entanto, o Botafogo mostrou ter sentido o golpe e deixou cair o ritmo. Neste momento, somente era ouvida a pequena, mas animada, torcida paraguaia. O treinador alvinegro também não quis esperar e em seguida trocou Renato por Jobson.

E foi este jogador que incendiou a partida no momento em que o desânimo começava a tomar conta do Engenhão. Jobson fez boa arrancada pela direita, driblou um adversário e cruzou rasteiro para André Lima. O atacante pegou de virada e chutou rasteiro, empatando o jogo aos 27 minutos.

No entanto, o ímpeto alvinegro sofreu abalo quando, quatro minutos depois, Alessandro, numa disputa de bola no meio-campo, acertou um carrinho violento em Cardozo e recebeu o cartão vermelho. O lateral-direito saiu de campo xingado por sua própria torcida. A partir de então, o Botafogo deixou de lado o pouco que sobrava de organização e partiu de qualquer maneira para cima do Cerro Porteño.

Os minutos se passaram, e o Botafogo mostrou-se entregue. E foi assim, com os jogadores apenas assistindo à movimentação adversária, que o Cerro Porteño deu o golpe de misericórdia, aos 43 minutos, com um gol marcado por Irrazábal. A insatisfação da torcida se transformou em revolta quando, aos 46, o time paraguaio partiu em contra-ataque e Cáceres marcou o terceiro com um lindo toque por cobertura. Agora, o jeito é pensar apenas no Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica: 

 

BOTAFOGO 1 x 3 CERRO PORTEÑO
Jefferson, Alessandro, Juninho, Diego e Gabriel (Victor Simões); Fahel, Jônatas (Rodrigo Dantas), Lucio Flavio e Renato (Jobson); Reinaldo e André Lima. Barreto, Irrazábal, Herner, Torrén e Cardozo; Villarreal, Brítez, Cáceres e Cristaldo (Piris); Ramírez (Núñez) e Nanni (Julio dos Santos).
Técnico: Estevam Soares. Técnico: Pedro Troglio.
Gols: Núñez, aos 11, André Lima, aos 27, Irrazábal, aos 43, e Cáceres, aos 46 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: André Lima, Gabriel, Lucio Flavio (Botafogo); Brítez, Villarreal (Cerro Porteño). Cartão vermelho: Alessandro (Botafogo). Público: 15.428 presentes. Renda: R$ 153.271,50.
Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ). Data: 04/11/2009. Árbitro: Roberto Silvera (URU). Auxiliares: Walter Rial (URU) e Maurício Espinosa (URU).


Aqui

Visualizações 703
Fonte: Globo
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 05/11/2009 02h09min


« anterior [1]  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89  90  91  92  93  94  95  96  97  98  99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120  121  122  123  124  125  126  127  128  129  130  131  132  133  134  135  136  137  138  139  140  141  142  143  144  145  146  147  148  149  150  151  152  153  154  155  156  157  158  159  160  161  162  163  164  165  166  167  168  169  170  171  172  173  174  175  176  177  178  179  180  181  182  183  184  185  186  187  188  189  190  191  192  193  194  195  196  197  198  199  200  201  202  203  204  205  206  207  208  209  210  211  212  213  214  215  216  217  218  219  220  221  222  223  224  225  226  227  228  229  230  231  232  233  234  235  236  237  238  239  240  241  242  243  244  245  246  247  248  249  250  251  252  253  254  255  256  257  258  259  260  261  262  263  264  265  266  267  268  269  270  271  272  273  274  275  276  277  278  279  280  281  282  283  284  285  286  287  288  289  290  291  292  293  294  295  296  297  298  299  300  301  302  303  304  305  306  307  308  309  310  311  312  313  314  315  316  317  318  319  320  321  322  323  324  325  326  327  328  329  330  331  332  333  334  335  336  337  338  339  340  341  342  343  344  345  346  347  348  349  350  351  352  353  354  355  356  357  358  359  360  361  362  363  364  365  366  367  368  369  370  371  372  373  374  375  376  377  378  379  380  381  382  383  384  385  386  387  388  389  390  391  392  393  394  395  396  397  398  399  400  401  402  403  404  405  406  407  408  409  410  411  412  413  414  415  416  417  418  419  420  421  422  423  424  425  426  427  428  429  430  431  432  433  434  435  436  437  438  439  440  441  442  443  444  445  446  447  448  449  450  451  452  453  454  455  456  457  458  459  460  461  462  463  464  465  466  467  468  469  470  471  472  473  474  475  476  477  478  479  480  481  482  483  484  485  486  487  488  489  490  491  492  493  494  495  496  497  498  499  500  501  502  503  504  505  506  507  508  509  510  511  512  513  514  515  516  517  518  519  520  521  522  523  524  525  526  527  528  529  530  531  532  533  534  535  536  537  538  539  540  541  542  543  544  545  546  547  548  549  550  551  552  553  554  555  556  557  558  559  560  561  562  563  564  565  566  567  568  569  570  571  572  573  574  575  576  577  578  579  580  581  582  583  584  585  586  587  588  589  590  591  592  593  594  595  596  597  598  599  600  601  602  603  604  605  606  607  608  609  610  611  612  613  614  615  616  617  618  619  620  621  622  623  624  625  626  627  628  629  630  631  632  633  634  635  636  637  638  639 próximo »


Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014