:Zanetti fica com ouro nas argolas

Zanetti fica com ouro nas argolas - Cornelio Digital.com - O Portal da Família


Zanetti fica com ouro nas argolas

Zanetti confirma favoritismo, ganha o ouro e fecha tríplice coroa nas argolas

Campeão olímpico e mundial no aparelho, brasileiro fecha quadro de metas com título no Pan-Americano. Com 15.725, deixa americano com a prata e cubano com o bronze

Se aquele pulo sutil ao descer das argolas pudesse emitir mais barulho, soaria como a batida de um martelo decretando que, agora, não falta mais nada. Campeão olímpico e mundial no aparelho, Arthur Zanetti manteve a sua frieza na execução e, com os tradicionais punhos cerrados, celebrou o término de sua série. Ergueu os braços porque sabia que estava dando o risco final em seu quadro de metas. Com o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, após o 15.725 na final, ampliou ainda mais seu domínio das argolas e se mantém firme entre os melhores do mundo. 

- Estou feliz de mais. Muito, muito, muito. Essa faltava para minha coleção. tem que agradecer a todos profissionais, os patrocinadores, a equipe, o povo brasileiro, estava lotado o ginásio. Só agradecer a eles, acho que resultado não é só meu.

- Estava engasgado, era um resultado que queria, dava para ter conquistado em 2011, mas não consegui, agora é só comemorar. Quando você quer, você se cobra mais, eu estava me cobrando, e acho que deu certo - disse Zanetti, já com a medalha no peito. 

Zanetti foi o último a se apresentar. Antes, viu os sete oponentes não passarem de 15.525 em suas pontuações. Era só fazer o que sabe, e bem. Com a saída praticamente perfeita, estufou o peito e abriu o sorriso assim que tocou o solo. Recebeu os aplausos dos presentes e o abraço do treinador: 15.725. Deixou o americano Donnel Whitenburg (15.525) com a prata e o cubano Manrique Larduet (15.450) com o bronze.

- Era o único título que faltava. Esse resultado sela e coroa uma carreira brilhante. Para o Mundial, devemos manter a mesma série, mas o nosso objetivo é a classificação por equipe - diz Marcos Gotto, técnico de ginasta, logo após a conquista.

Prata no Pan de Guadalajara 2011, Zanetti foi campeão olímpico das argolas nos Jogos de Londres 2012. Um ano depois, se manteve no topo do pódio no Mundial de Ginástica da Antuérpia, na Bélgica. No ano passado, porém, foi prata no Mundial da China. Em casa, coube ao chinês Yang Liu frear seu reinado no aparelho. Esse ano ele ainda disputará, em outubro, o Mundial de Glasgow, na Escócia.

No sábado, Arthur Zanetti já havia subido no pódio do Pan de Toronto. Ao lado da equipe formada também por Caio Souza, Arthur Nory, Francisco Barreto e Lucas Bitencourt, só viu os americanos à frente. O grande objetivo deste time é conseguir classificar o conjunto pra os Jogos do Rio 2016, e Zanetti abraçou a causa. Para ajudar, também havia feito séries de solo e salto.

Visualizações 941
Fonte: Globo Esporte
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 14/07/2015 18h05min

JG FreiosSampei Cozinha ChinesaNoemi LanchesProdutos AlcobaçaBrasilnet Hospital do Câncer de Londrina
CONTATO

contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893
TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014