:Dólar sobe a R$ 3,90 de olho no Fed

Dólar sobe a R$ 3,90 de olho no Fed - TV Na Rua CornelioDigital Dólar sobe a R$ 3,90 de olho no Fed - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Dólar sobe a R$ 3,90 de olho no Fed

Dólar sobe ante o real, à espera de decisão do Fed

Na véspera, a moeda norte-americana caiu 0,74%, cotada a R$ 3,8341.
No mês e no ano, há valorização de 5,71% e 44,21%, respectivamente.

O dólar subia mais de 1% ante o real nesta quinta-feira (17), em meio ao quadro conturbado local e à espera da decisão do Federal Reserve (banco central dos EUA)  a ser anunciada às 15h (horário de Brasília), quando o banco central norte-americano pode optar por promover a primeira alta de juros em quase uma década, o que pode fazer subir a cotação do dólar por aqui.

Às 11h50, a moeda norte-americana subia 1,341%, cotada a R$ 3,8855. Veja a cotação.

Veja a cotação ao longo do dia:
Às 9h09, subia 0,7%, a R$ 3,8612
Às 9h59, subia 1,22%, a R$ 3,881
Às 10h19, subia 1,58%, a R$ 3,894
Às 10h29, subia 1,85%, a R$ 3,9052
Às 10h19, subia 1,62%, cotada a R$ 3,8962.
Às 11h09, subia 1,758%, cotada a R$ 3,9015.

Pela manhã, o Banco Central dará continuidade à rolagem dos swaps cambiais que vencem em outubro, com oferta de até 9,45 mil contratos, equivalentes a venda futura de dólares.

Na véspera, o dólar caiu 0,74%, cotado a R$ 3,8341. Na semana, a moeda acumula queda de 1,11%. No mês e no ano, há valorização de 5,71% e 44,21%, respectivamente.

Expectativa com juros dos EUA
O principal foco do mercado é a reunião do Fed, em meio a incertezas sobre a possibilidade de o banco central norte-americano promover a primeira alta de juros em quase uma década.

Embora a recuperação da economia dos EUA venha dando sinais de força, as turbulências financeiras recentes nos mercados globais e a inflação persistentemente baixa nos EUA injetaram dúvidas no mercado.

Pesquisa da Reuters mostrou que uma maioria apertada prevê a manutenção dos juros norte-americanos nos atuais patamares, perto de zero. Na semana passada, a aposta ligeiramente majoritária era de aumento.

Intervenções do BC no câmbio
É de quase R$ 100 bilhões o valor da conta que o Banco Central teve de pagar, neste ano, para carregar os contratos de "swaps cambiais" - instrumentos que equivalem à venda futura de dólares. O valor foi gasto pela autoridade monetária em 2015 até a última sexta. Somente na parcial de setembro, as perdas somaram R$ 25,17 bilhões.

De forma geral, o BC lucra com essas operações quando o dólar cai e perde quando a cotação da moeda norte-americana sobe.

O Banco Central informou na quarta-feira que, em setembro, até a última sexta-feira (11), as retiradas de dólares superaram o ingresso de divisas em US$ 517 milhões. Na parcial de 2015, até 11 de setembro, porém, ainda foi contabilizada a entrada de dólares na economia brasileira. Neste período, o ingresso de recursos no país somou US$ 10,75 bilhões. Em igual período do ano passado, apenas US$ 794 milhões haviam saído do Brasil.

Visualizações 1824
Fonte: G1
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 17/09/2015 12h24min


« anterior [1]  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78 próximo »


Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014