Chuvas Mornas (Poema de Jandira Zanchi)

Chuvas Mornas (Poema de Jandira Zanchi) - TvNaRua / NossoClick.com - O Portal da Família Chuvas Mornas (Poema de Jandira Zanchi) - TVNaRua/ NossoClick.com - O Portal da Família
Chuvas Mornas (Poema de Jandira Zanchi)

Perfilados altares
antevistos à sombra
imolada alma ainda
resguarda na travessia
areia e gelo de águas
marinhas azul perene
borbulham baforadas
deslize na
planície ampla

quase já não me guardo e
antes que se finde a tarde
fundarei a sombra, pois a
vida abaixa a chama
na terra rarefeita,
mas, seus desenhos dourados
sobressaem-se valentes
e vagabundos
almíscar de sonhos e patamares
de desejos cumpridos divagados
chuvas mornas esquecidas
na pálida lua da terra sem lacre.

Jandira Zanchi




Jandira Zanchi é poeta, ficcionista e educadora. Curitibana, licenciou-se em Matemática em 1979 pela Universidade Federal do Paraná. Tem cursos de pós-graduação em astronomia e educação. Sua poesia se destaca pela elaboração singular das imagens.

Visualizações 1819
Fonte: Bonde
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 03/01/2016 21h42min


Hospital do Câncer de Londrina


Velocimetro RJNET
Playvision
CONTATO
contato@corneliodigital.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)9920-1893


TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2016