:No Paran, perdas na soja chegam a 80%

No Paran, perdas na soja chegam a 80% - Cornelio Digital.com - O Portal da Família


No Paran, perdas na soja chegam a 80%

Por causa das altas temperaturas, alguns grãos cozinharam antes que pudessem ser colhidos

Tradicional região produtora de soja na safra de verão, o norte do Paraná amargou perdas que variam de 35% a 80% por causa da estiagem de 45 dias, acompanhada de altíssimas temperaturas. Uma das áreas mais atingidas foi o chamado norte pioneiro, na divisa com São Paulo. Muitas lavouras literalmente queimaram com o calor. Nem a chuva que veio depois conseguiu salvar as plantações. Os caules das plantas já haviam secado, impedindo que a umidade irrigasse os grãos, que também secaram dentro das vagens antes da colheita.

Na Fazenda Boa Esperança, propriedade com 150 alqueires, localizada no limite entre os municípios de Santa Mariana e Cornélio Procópio, as perdas são enormes. Nas áreas já colhidas, o resultado gira em torno de 20 sacas (de 60 kg) por alqueire, resultado catastrófico em comparação com as 120 sacas por alqueire do ano passado. Nessa região já se chegou a colher 160 sacas por alqueire.

"Foi quase tudo queimado pelo calor. Nos piores dias, a temperatura passou dos 50°C na terra. A planta cozinhou no pé", explica o agrônomo Luis Otávio Bernardeli Gonçalves.

Frustração. O resultado fica ainda pior quando se compara com a expectativa de produtividade até o início do ano. "A gente achou que ia colher muito porque a soja estava linda. Mas, com o calor, a terra chegou a trincar e os grãos ficaram todos enrugados", conta Gonçalves.

Segundo o agricultor Leandro Scarlon, há grande preocupação com a qualidade da soja colhida. Numa mesma área, encontram-se grãos secos, verdes e alguns maduros. "Isso não passa no porto", diz ele,

O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Cornélio Procópio, Floriano José Leite Ribeiro, explicou que as perdas apresentaram grandes variações de acordo com o período de plantio e as variedades de sementes. "É um mosaico. Alguns tiveram mais sorte, outros foram duramente atingidos."

O Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria Estadual de Agricultura estima que o total de perdas no norte pioneiro do Paraná chega aos 50%.

Visualizações 1297
Fonte: R7
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 03/03/2014 14h01min


    

JG FreiosSampei Cozinha ChinesaNoemi LanchesProdutos AlcobaçaBrasilnet Hospital do Câncer de Londrina
CONTATO

contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893
TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014