"Peço perdão", diz lateral-esquerdo que fraturou perna de zagueiro

"Peço perdão", diz lateral-esquerdo que fraturou perna de zagueiro - TvNaRua / NossoClick.com - O Portal da Família "Peço perdão", diz lateral-esquerdo que fraturou perna de zagueiro - TVNaRua/ NossoClick.com - O Portal da Família
"Peço perdão", diz lateral-esquerdo que fraturou perna de zagueiro

Lucas Freitas visitou o companheiro de profissão, Mikael, que saiu machucado de campo no último sábado (15). O beque do Gurupi passou por cirurgia no domingo

O beque Mikael (esq.) e Lucas (dir.) olhando o raioX da fratura (Foto: Nelio Soares/GloboEsporte.com)

Depois de sofrer uma solada e deixar o campo aos três minutos do primeiro tempo contra o Interporto, com lesão na tíbia e na fíbula, o zagueiro Mikael recebeu alta do hospital nesta segunda-feira (17). Já em casa, foi visitado por Lucas Freitas, que causou o machucado. Os jogadores falaram sobre o lance e o lateral aproveitou para pedir perdão ao companheiro de profissão que deve ficar de quatro a seis meses sem jogar futebol.

- Reconheço meu erro de ter ido com o pé alto, peço perdão aos familiares do Mikael, até conversei com o próprio Mikael, falei que foi excesso de força da parte da gente mesmo. Na hora do ocorrido, sem ver nas imagens, eu não tinha reparado na gravidade, depois eu fui ver que foi sério [...] Sou pai de família, jamais ia machucar um companheiro de profissão, quem me conhece sabe, se for puxar minha história eu nunca se quer tentei ou machuquei algum atleta. Repito novamente: peço perdão ao Mikael e aos familiares dele - disse o lateral-esquerdo do Interporto, Lucas Freitas.

Eram três minutos do primeiro tempo da partida entre Interporto e Gurupi, pela última rodada da primeira fase do Tocantinense. Mikael, do Gurupi, tomou a bola do adversário e em seguida recebeu uma entrada de sola de Lucas Freitas na perna direita, fraturando em dois lugares: na tíbia e na fíbula. O jogo ficou parado por 12 minutos. A partida foi realizada no último sábado (15) no estádio General Sampaio, em Porto Nacional, interior do Tocantins.

Mãe de Mikael lamenta a contusão do filho (Foto: Nelio Soares/GloboEsporte.com)

- Eu que sou zagueiro sei quando é com maldade ou não é, e não vi maldade por parte dele no lance. Ele deixou o pé alto e eu fiz o movimento forte com a perna. Ele está perdoado - disse o zagueiro Mikael do Gurupi.

O beque faz planos para a volta aos gramados e fala em ajudar o Camaleão do Sul a conquistar acesso para a Série C do ano que vem. A mãe do atleta, porém, é mais contida e mesmo entendendo que não houve maldade no lance sofrido pelo filho, desabafa.

- Sempre vamos acompanhar os jogos do Mikael aqui dentro do estado. Fiquei sabendo da lesão dele quando chegamos em Porto Nacional pelo rádio do carro, nem tínhamos chegado no estádio ainda. Sei que não teve intenção do Lucas de machucar meu filho, mas ele vai ficar muito tempo parado - disse Rosamaria de Souza, mãe do zagueiro.

Campanha para ajudar Mikael
Na tarde desta segunda-feira (17), a diretoria do Interporto tomou a iniciativa de começar uma campanha com torcedores do clube, por meio de redes sociais, para doarem R$ 100 para ajudar no tratamento do atleta. Conforme informou o secretário geral do Tigre, Edioney Nunes.

Visualizações 100
Fonte: Globo Esporte
Por: Redao
Data: 18/04/2017 01h30min


Hospital do Câncer de Londrina


Velocimetro RJNET
Playvision
CONTATO
contato@corneliodigital.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)9920-1893


TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2016