:Novas regras do futebol já valem no país; entenda

Novas regras do futebol já valem no país; entenda - Cornélio Digital - O Portal de Cornélio Procópio e Região
Novas regras do futebol já valem no país; entenda

CBF adotará novas regras em seus torneios; veja as principais mudanças

Ifab divulgou modificações em março, mas medida só valerá oficialmente em junho. Entidade nacional irá se antecipar, e Brasileirão já conta com as novas determinações

Por Daniel MundimRio de Janeiro 

O atacante do seu time entra na área adversária, livre, e sofre a falta do goleiro. O árbitro marca pênalti, mas dá só amarelo para o infrator. Você reclamaria e pediria o vermelho? A partir desta sexta, é bom ter cuidado na reclamação. A CBF resolveu se antecipar e vai adotar, em todas as competições nacionais, as mudanças nas regras do futebol impostas pela da International Board (Ifab). Uma delas se refere justamente à punição em caso de faltas feitas em situações claras de gol.   

De todas as 17 leis que regulam o esporte, a única que não sofreu alterações foi a regra 2: “a bola”. A maioria se trata de pequenas adequações no texto que o tornam menos suscetível a diferentes interpretações. No entanto, há uma série de pequenas modificações. As mudanças valem oficialmente apenas a partir de junho, mas como as Séries A e B se iniciam neste mês, a CBF resolveu se antecipar. Desde o último dia 9, a entidade cumpre um cronograma com palestras e treinamentos em todos os estados com a ajuda das federações. A Copa do Brasil só passará a ter as alterações após a Copa América Centenário.   

Da esquerda para a direita: Manoel Serapião, Lukas Brud e David Elleray, ambos da Ifab, e Sérgio Corrêa. Serapião participou das alterações em algumas regras (Foto: Divulgação/CBF)

– O mundo vai passar a usar em junho, quando começa a temporada na Europa, se não nos adequássemos, o Brasil ficaria oito meses atrasado. Já vamos adotar no início nas Séries A e B. Supondo que iniciássemos com as regras antigas, as Séries C e D teriam que ser na nova. Então teríamos árbitros apitando de um jeito na A e B, e na C e D tendo que apitar com as novas regras. Portanto, foi consenso que já nos antecipássemos – analisou o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Sérgio Corrêa.   

O mundo vai passar a usar em junho, quando começa a temporada na Europa, se não nos adequássemos, o Brasil ficaria oito meses atrasado"
Sérgio Corrêa

O diretor técnico da Escola Nacional de Arbitragem (Enaf), Manoel Serapião Filho, foi responsável por sugestões acatadas pela Ifab na reformulação das regras. Dentre elas, estão a possibilidade de expulsão antes do apito inicial, a saída de bola em qualquer direção no início de jogo e a cobrança de impedimento no local onde o atleta impedido recebe a bola. Apesar de discordar de algumas intervenções da International Board, Serapião acredita que as mudanças foram positivas.     

– Achei as mudanças muito válidas, mas em alguns pontos precisam ajustes e serão ajustados. Todo dia a gente está alterando gradativamente. Foi uma iniciativa grande essa reestruturação, a maior que teve. Foi muito positiva. Eu confesso que não parei para analisar todas as consequências, mas há pontos muito positivos, como valorização da falta mais grave, a marcação da falta fora de campo, a cobrança do impedimento onde o jogador está, são muito positivas – analisa o diretor, que é autor do projeto que dispõe sobre o uso de vídeo no futebol e será usado no futebol brasileiro até o ano que vem.   

No entendimento de Serapião e Sérgio Corrêa, a novidade mais impactante está na regra 12, que diz respeito justamente à aplicação de cartões em faltas cometidas dentro da área em jogadas com oportunidades claras de gol. Na nova redação, o cartão vermelho deve ser usado apenas se a falta for de segurar, puxar ou empurrar.    

Confira as principais mudanças com alguns comentários de Manoel Serapião:   

REGRA 1 – O CAMPO DE JOGO

Toda publicidade comercial no campo deverá ficar ao menos 1m das linhas do campo.

São permitidos logotipos/emblemas de associações de futebol, competições etc. nas bandeiras de tiro de canto (mas não publicidade).   

REGRA 3 – OS JOGADORES


Tiro livre direto ou tiro penal: se um substituto, ou integrante da equipe, ou jogador expulso interferir na jogada. 

Manoel Serapião: – Parece justo, mas você sai do campo do futebol. Seria um "pênalti de massagista". Do ponto de vista humano, sim, é justo. Mas eu realmente acho que sai da esfera do campo. Não faz nenhum sentido. Deixa de ser futebol. Futebol é dentro de campo, com os 22 em campo.

Após a lista da equipe ter sido entregue, mas antes do pontapé inicial, um jogador titular expulso poderá ser substituído por um substituto inscrito (Esse substituto não poderá ser substituído; a equipe ainda poderá realizar o número completo de substituições, conforme as regras atuais)

Se algo ou alguém (além de um jogador) tocar na bola que estiver entrando no gol, o árbitro validará o gol se a bola entrar no gol e o toque não tiver causa do impacto nos defensores (salvo no gol dos adversários).

Se um gol for marcado com uma pessoa extra no campo e o árbitro tiver reiniciado a partida, o gol será validado e a partida prosseguirá.

Manoel Serapião: – Aqui, além das mudanças no texto, houve a mudança no nome da regra. Antes, eram “números dos jogadores”. Agora, até por sugestão nossa, é apenas “jogadores”, porque a regra é mais abrangente.   

REGRA 5 – O ÁRBITRO

O árbitro não poderá mudar uma decisão quando o jogo já tiver sido reiniciado ou quando já tiver deixado o campo de jogo após o término da primeira etapa.

Se ocorrerem mais de uma infração ao mesmo tempo, a mais grave será a punida.

O árbitro pode expulsar um jogador a partir do momento em que entra em campo para a inspeção pré-jogo do campo.

(um caso famoso na qual a regra acima poderia ser empregada ocorreu em 2005. Em jogo entre Arsenal e Mancester United, Roy Keane e Patrick Viera discutiram no túnel de acesso ao gramado de Highbury)

O árbitro só poderá usar cartão vermelho ou cartão amarelo após entrar no campo de jogo para o início da partida.

O jogador lesionado após receber uma falta punida com cartão vermelho ou amarelo pode ser rapidamente avaliado/tratado no campo e não precisa sair do campo.

Manoel Serapião: – Aqui há outra sugestão nossa. Antes, se ocorressem duas infrações simultaneamente, independentemente da natureza da falta, era bola ao solo. Agora vamos valorizar a falta mais grave. Se houver uma falta para cartão amarelo, e na sequência uma para vermelho, a mais grave será marcada, e assim em qualquer situação.

REGRA 8 – O INÍCIO E REINÍCIO DE JOGO


A bola deve mover-se claramente para entrar em jogo em todo chute para reiniciar o jogo.

A bola poderá ser chutada em qualquer direção no pontapé inicial.

Manoel Serapião: – Essa é outra contribuição nossa. A regra estava limitando a forma de jogar do jogador no pontapé inicial.

REGRA 10 – DETERMINANDO O RESULTADO DA PARTIDA


Um jogador temporariamente fora de campo (lesionado, por exemplo) no fim de jogo poderá participar das cobranças de pênaltis.  

REGRA 11 – IMPEDIMENTO


O tiro livre por impedimento é executado do local onde a infração se caracteriza, inclusive na própria metade do campo.   

REGRA 12 – FALTAS E INCORREÇÕES


Ofensa (infração) com contato físico contra substitutos, oficiais da equipe, árbitros, etc, passa a ser tiro livre direto.

Falta fora de campo como parte do jogo normal será punida com tiro livre direto, sobre a linha que delimita o campo de jogo, no ponto mais próximo da infração, tiro penal se a falta ocorrer nos limites da área penal do infrator. 

Manoel Serapião: – Essa alteração, também sugestão nossa, era necessária. A falta ocorrida fora do campo de jogo, quando jogador está disputando a bola, é punida no ponto mais próximo. Era bola ao solo. Agora é tiro livre direto. 

Quando um jogador impedir um gol ou uma clara oportunidade de gol da equipe adversária com falta de mão deliberada, o jogador deve ser expulso onde quer que a falta ocorra.

Quando um jogador cometer uma falta contra um adversário, dentro da própria área penal, que impedir um gol ou uma clara oportunidade de gol do adversário, e o árbitro conceder um tiro penal, o jogador infrator será advertido com cartão amarelo, salvo se:

- A falta for de segurar, puxar ou empurrar;

- O jogador infrator não tentar jogar a bola, ou quando não houver possibilidade de jogar a bola; ou

- A falta for punível só com cartão vermelho, independente da parte do campo em que ocorra (ex: falta grave, conduta violenta, etc...). 

 

Manoel Serapião: – Na regra atual, quando corto uma jogada clara de gol dentro da área com falta, seria expulso. Agora eu só vou ser expulso se minha falta for nessas situações. Mas se der falta tentando disputar a bola, mesmo em situação clara e manifesta de gol, é amarelo. Essa é somente para pênaltis, situações dentro da área. Fora da área, a punição continua sendo a expulsão, porque a equipe que sofre a falta não tem o tiro penal como contrapartida.  

REGRA 14 – O TIRO PENAL


Declaração clara de quando um tiro penal (TP) termina/se completa.

Algumas infrações sempre serão punidas com um Tiro Livre Indireto (TLI), independentemente de o TP resultar ou não em gol:

- TLI se jogador não identificado cobrar o pênalti deliberadamente (cartão amarelo ao jogador que chutou);

- TLI se a bola for chutada para trás;

- Se ocorrer finta “ilegal” será sempre TLI (CA para jogador que cobrou o pênalti);

- Se o goleiro infringir a regra e o TP for perdido, o TP será repetido e o goleiro receberá CA. 

Manoel Serapião: – Se o jogador fizer uma finta, não é o que chamamos paradinha, porque criamos nome diferente. Pode ocorrer a paradinha se não houver finta. O que não pode é, depois que o jogador botar seu pé de apoio para bater o penal, se ele fizer ameaça, e em seguida bater na bola, já é tiro livre indireto contra sua equipe, quer a bola entre, quer a bola não entre, e cartão amarelo contra o jogador

 

REGRA 15 – O ARREMESSO LATERAL

A nova redação esclarece que a bola deve ser arremessada com ambas as mãos.   

REGRA 16 – O TIRO DE META


Se a bola entrar diretamente no gol da equipe que cobrou o tiro de meta, será marcado um tiro de canto contra essa equipe.

(no vídeo abaixo, do programa "Bem, Amigos" de 2011, o comentarista Arnaldo Cezar Coelho exemplifica o caso exposto pela regra acima)

Um adversário que estiver dentro da área de penal no momento da cobrança de um tiro de meta não poderá jogar a bola antes de haver um toque em outro jogador.

Manoel Serapião: – Isso já tinha, mas só ficou mais claro. Qual era a filosofia? Quando você é beneficiado com o reinício de jogo, você não pode sofrer prejuízo. 

REGRA 17 – O TIRO DE CANTO


Se a bola, após um tiro de canto, entrar diretamente no gol do próprio jogador que a chutou, será marcado um tiro de canto a favor da equipe adversária.

Manoel Serapião: – Esse tipo de ajuste é necessário porque o mundo é muito grande e a diversidade intelectual maior ainda, quanto mais claro deixar, melhor.


Visualizações 1816
Fonte: Redao
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 13/05/2016 23h15min


« anterior [1]  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89  90  91  92  93  94  95  96  97  98  99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120  121  122  123  124  125  126  127  128  129  130  131  132  133  134  135  136  137  138  139  140  141  142  143  144  145  146  147  148  149  150  151  152  153  154  155  156  157  158  159  160  161  162  163  164  165  166  167  168  169  170  171  172  173  174  175  176  177  178  179  180  181  182  183  184  185  186  187  188  189  190  191  192  193  194  195  196  197  198  199  200  201  202  203  204  205  206  207  208  209  210  211  212  213  214  215  216  217  218  219  220  221  222  223  224  225  226  227  228  229  230  231  232  233  234  235  236  237  238  239  240  241  242  243  244  245  246  247  248  249  250  251  252  253  254  255  256  257  258  259  260  261  262  263  264  265  266  267  268  269  270  271  272  273  274  275  276  277  278  279  280  281  282  283  284  285  286  287  288  289  290  291  292  293  294  295  296  297  298  299  300  301  302  303  304  305  306  307  308  309  310  311  312  313  314  315  316  317  318  319  320  321  322  323  324  325  326  327  328  329  330  331  332  333  334  335  336  337  338  339  340  341  342  343  344  345  346  347  348  349  350  351  352  353  354  355  356  357  358  359  360  361  362  363  364  365  366  367  368  369  370  371  372  373  374  375  376  377  378  379  380  381  382  383  384  385  386  387  388  389  390  391  392  393  394  395  396  397  398  399  400  401  402  403  404  405  406  407  408  409  410  411  412  413  414  415  416  417  418  419  420  421  422  423  424  425  426  427  428  429  430  431  432  433  434  435  436  437  438  439  440  441  442  443  444  445  446  447  448  449  450  451  452  453  454  455  456  457  458  459  460  461  462  463  464  465  466  467  468  469  470  471  472  473  474  475  476  477  478  479  480  481  482  483  484  485  486  487  488  489  490  491  492  493  494  495  496  497  498  499  500  501  502  503  504  505  506  507  508  509  510  511  512  513  514  515  516  517  518  519  520  521  522  523  524  525  526  527  528  529  530  531  532  533  534  535  536  537  538  539  540  541  542  543  544  545  546  547  548  549  550  551  552  553  554  555  556  557  558  559  560  561  562  563  564  565  566  567  568  569  570  571  572  573  574  575  576  577  578  579  580  581  582  583  584  585  586  587  588  589  590  591  592  593  594  595  596  597  598  599  600  601  602  603  604  605  606  607  608  609  610  611  612  613  614  615  616  617  618  619  620  621  622  623  624 próximo »


Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014